Wi-Fi: preencha os espaços

Wi-Fi: preencha os espaços

Se tem alguma sala onde a internet sem fio não funciona de jeito nenhum, leve em consideração estas dicas essenciais pra você aproveitar o melhor do seu Wi-Fi, pois lentidão e falhas frequentes na rede além de irritar podem comprometer horas de trabalho.

  • Centralize o roteador
    Talvez não seja uma alternativa bonita para decoração, mas é importante analisar qual o melhor lugar da sua casa para colocar o aparelho, porque os obstáculos interferem na qualidade do sinal. Colocar o roteador em algum lugar centralizado e alto é a melhor estratégia, porque assim, o sinal se expande em raio para baixo e para os lados.
  • Configure a frequência da banda
    Se seu roteador é dual band, alterar a frequência para a banda de 5 GHz pode ajudar a melhorar o sinal do Wi-Fi. Isso porque a banda de 2,4 GHz, definida por padrão na maioria dos roteadores, é muito congestionada. A configuração é usada por vários aparelhos domésticos além do roteador, como microondas e telefones sem fio, o que faz o sinal ficar mais fraco.
  • Mude o canal do wi-fi
    Vale lembrar que muita gente tem conexão de internet sem fio, atualmente, e pode ser que a sua rede esteja funcionando no mesmo canal que o dos seus vizinhos.
    Uma dica simples é escolher o canal que está mais livre para melhorar a cobertura do seu Wi-Fi.
    Um aplicativo gratuito é o Wi-Fi Analyzer para Android, que oferece gráficos para ver qual canal está usando cada roteador e assim recomendar os melhores.
    Com um pouco de conhecimento é possível mudar o canal de transmissão na interface de configuração de seu roteador.
  • Altere a largura do canal
    Os roteadores trazem uma configuração chamada largura do canal (ou bandwidth), que trazem as opções 20 ou 40 MHz. Os canais são uma fração da banda e determinam a capacidade de transferência de dados. Isso significa que um canal com largura de 20 MHz é mais estreito e, portanto, passa menos informação que um de 40 MHz.
    A alteração do bandwidth é feita nas configurações do roteador, porém, aparelhos single band (2,4 GHz) tendem a operar melhor com a largura em 20 MHz. Se o seu tiver suporte à faixa de 5 GHz, mude a largura para 40 MHz para obter melhores taxas de transferência.
  • Adicione equipamentos
    Outra alternativa é instalar um dispositivo adicional, principalmente se você reside ou trabalha num ambiente com vários pisos, corredores ou paredes grossas.
    Instale um segundo roteador de Wi-Fi que deverá ficar conectado ao roteador principal por meio de um cabo de rede.
    Este, por sua vez configurado como um ponto de acesso, reenvia o sinal para os dispositivos daquele ambiente mais afastado.
    Ou instale um repetidor, que capta o sinal dentro do raio de alcance do roteador principal e retransmite tudo via wi-fi, sem precisar passar cabos, aumentando o raio de alcance, mas a velocidade da internet cai praticamente pela metade.
    Ou ainda, instale um extensor powerline, que transmite a internet pela rede elétrica de sua residencia ou escritório, são dois aparelhos, um é instalado em uma das saídas do roteador e o outro conectado na tomada do ambiente desejado e normalmente possui uma saída de cabo de rede e wi-fi que pode ser clonada com o mesmo nome e senha do roteador principal.